Nápoles 2019: Brasil conquista ouro inédito no último dia da natação

No último dia de competições da natação da Universíade de Verão Nápoles 2019, a seleção brasileira conquistou duas medalhas. Um bronze e um inédio ouro para a modalidade na história da competição.

A medalha de ouro foi a primeira a sair, nos 50m peito, com a nadadora Jhennifer Alves, que terminou a prova em 30’73”.

Jhennifer bateu, no mês passado, o recorde sul-americano tanto nos 50m quanto nos 100m peito e faz parte da Seleção Brasileira que irá representar o país nos Jogos Pan-Americanos.

“É muito gratificante [a sensação de ganhar a medalha]. Eu já tinha ficado feliz com os 100m peito aqui e os 50m [peito] acredito que esteja ficando um pouco fácil de sair da casa dos 30 segundos. É a primeira medalha de ouro feminina nos Jogos Universitários Mundiais e estou muito feliz de estar fazendo história. É um grande sonho meu incentivar essa garotada a batalhar e competir fora”, conta a atleta.

Ainda na natação, os meninos do revezamento 4x100m medley – Iago Moussalem, Marco Antônio Junior, Pedro Cardona e Gabriel Fantoni – garantiram o terceiro melhor tempo na prova e saíram com o bronze. Os Estados Unidos ficaram em primeiro e a Rússia em segundo.

A natação se despede da Universíade com um ouro, uma prata e dois bronzes.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima