Cubo d’Água será transformado em “Cubo de Gelo”

O Cubo d’Água foi palco de grandes emoções durante as Olimpíadas de Verão de 2008, agora é a vez do esportes de inverno

As obras para transformar o Centro Aquático Nacional da China, também conhecido como “Cubo d’Água”, no “Cubo de Gelo” dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de 2022, em Pequim, já começaram.

O local foi construído para sediar os eventos aquáticos nos Jogos Olímpicos de Verão de 2008 na capital e tornou-se famoso por seu design inovador, que fez com que parecesse – como seu apelido sugere – um cubo de água.

De acordo com a Xinhua, agência de notícias estatal chinesa, o trabalho começou agora a transformá-lo no cenário dos Jogos de Inverno de 2022. Quando o trabalho estiver concluído, o centro apresentará uma pista de gelo móvel para os eventos de curling dos Jogos, enquanto uma pista também será construída ao sul da arena para uso do público.

A Xinhua disse também que a transição estará concluída em julho de 2020, a tempo de sediar eventos testes para 2022. “De acordo com nosso plano, o Cubo d’Água será transformado em uma pista de curling, enquanto a piscina será mantida”, disse o gerente-geral do Centro Aquático Nacional, Yang Qiyong. “Um novo sistema de fabricação de gelo estará disponível para fornecer quatro pistas olímpicas de curling padrão”, acrescentou.

Um sistema de monitoramento climático também será instalado na arena para monitorar a temperatura, umidade e iluminação. Quando Pequim sediar os Jogos de Inverno em 2022, a cidade se tornará a primeira da história dos Jogos Olímpicos a sediar as edições de verão e inverno. A transformação do centro aquático é vista como um exemplo do legado e sustentabilidade do evento.

Pequim 2022

Eleita em 2015 como a sede das Olimpíadas de 2022, Pequim pretende gastar USD 3,9 bilhões na realização deste evento – nada comparado aos 43 bilhões de dólares de 2008. A abertura oficial do evento acontecerá em 4 de fevereiro de 2022 e o encerramento no dia 20 do mesmo mês.

Recentes