Ultimate magazine theme for WordPress.

Jade se machuca, Brasil falha e fica sem vaga olímpica

A seleção brasileira feminina de ginástica artística está fora dos Jogos Olimpícos de Tóquio. Neste sábado (5), o time verde e amarelo precisava terminar entre as 12 melhores seleções para avançar ao torneio na capital japonesa. Após a lesão de Jade Barbosa e os sucessivos erros na competição, o grupo terminou em 14º lugar em Stuttgart, onde acontece o Mundial da modalidade.

Esta será a primeira vez, desde as Olimpíadas de Atenas, que o país não enviará uma equipe completa para a competição. Nas duas edições anteriores, as brasileiras conseguiram a classificação através do evento-teste – realizada alguns meses antes da Olimpíada. Este torneio, no entanto, não distribui mais vagas por equipes.

A competição em Stuttgart

Apesar da ausência de Rebeca Andrade, que se machucou em junho, e de Carolyne Pedro, que deixou a competição na véspera da abertura por conta de uma problema no tornozelo, o grupo brasileiro estava confiante. O que ninguém esperava era uma lesão de Jade Barbosa logo na sua primeira apresentação.

Segunda a competir no salto, Jade não teve altura suficiente em sua acrobacia e aterrissou girando no solo. Ainda que tenha caído em pé, ela sentiu o impacto e abandonou a competição. Assim o Brasil perdia sua atleta mais experiente e peça fundamental na competição de hoje.

Com mais este desfalque, o Brasil seguiu para as rotações seguintes. Nas assimétricas, pontuou 39,199, o 17º somatório entre as 24 seleções na disputa. Na trave, a soma foi pior ainda: 37.766. À essa altura, o time brasileiro somava 119,297 e precisava de 13,3 de média no solo para desbancar a Espanha e garantir a última vaga.

Quem abriria o solo do Brasil seria justamente a Jade. Como não estava, Thaís Fidelis tinha a missão e o compromisso de cravar sua apresentação para manter viva a esperança do país. Nada feito. Ela caiu na primeira diagonal e recebeu 11.833. Não havia mais nada a ser feito. Flávia Saraiva, segunda a se apresentar, fez o que estava ao seu alcance e conquistou 13,833 e uma vaga na final. Por fim, Letícia Costa, que assumiu o lugar de Carol no time, pontuou 12,633. Final: 157.596 e o 14º lugar.

Os Estados Unidos, como esperado, terminaram em primeiro lugar, com 174,205. A China aparece em segundo, com 169.161, e a Rússia em terceiro, 168.080.

O resultado completo do primeiro dia do Mundial de Stuttgart está disponível no site oficial da Federação Internacional de Ginástica.

Leia também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais