Conheça os maiores medalhistas do Brasil em Jogos Pan-Americanos

Thiago Pereira é o maior medalhista brasileiro na história dos Jogos Pan-Americanos. Pereira durante os Jogos Pan Americanos do Rio de Janeiro, em 2007.

Juntos, estes 13 atletas brasileiros detém mais de 12% das conquistas do país em toda a história dos Jogos Pan Americanos.

O Brasil é quarto país com o maior número de medalhas em Jogos Pan Americanos, perdendo as três primeiras posições para os Estados Unidos, Cuba e Canadá, respectivamente, primeiro, segundo e terceiro no ranking geral de medalhas.

Os próximos Jogos Pan Americanos serão realizados em Lima, Peru, entre 26 de julho a 11 de agosto de 2019, e preparamos uma lista completa com os doze maiores medalhistas brasileiros na história da competição. O ranking abaixo está organizando de acordo com o número total de medalhas de cada esportista, ou seja, o critério utilizado foi a quantidade.

Thiago Pereira (natação)

O nadador Thiago Pereira é o maior medalhista da história dos Jogos Pan Americanos e, consequentemente, do Brasil. Com quatro participações na competição, o volta-redondense de 32 anos coleciona incríveis 23 medalhas na competição, sendo 15 de ouro, quatro de prata e quatro de bronze.

Gustavo Borges (natação)

O também nadador Gustavo Borges é o segundo atleta brasileiro com o maior número de medalhas em Jogos Pan Americanos. São 19 medalhas no tal, sendo oito ouros, oito pratas e três bronzes.

Hugo Hoyama (tênis de mesa)

Nascido em São Bernardo do Campo, São Paulo, Hugo Hoyama é o segundo maior campeão Pan-Americano brasileiro, com 10 medalhas de ouro, perdendo apenas para o nadador Thiago Pereira. No quadro geral, contando as pratas e os bronzes, Hoyama fica em terceiro lugar, pois soma 15 medalhas: além das de ouro, uma prata e quatro bronzes.

Cláudio Kano (tênis de mesa)

Com 12 medalhas conquistadas na maior competição poliesportiva das Amérias, o mesatenista Cláudio Kano é quarto colocado nesta lista. Suas 12 medalhas, conquistadas entre 1983 e 1995, estão distribuidas entre sete ouros, três pratas e dois bronzes.

Kano morreu um dia antes de embarcar para os Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, vítima de um acidente de moto.

Sebastián Cuattrin (canoagem)

Nascido em Rosário, Argentina, Sebastián Cuttrin naturalizou-se brasileiro e disputou três Pan-Americanos sob a bandeira verde-amarelo. De 1995, primeira participação nos Jogos, até 2007, sua última exibição em Pans, Cuttrin conquistou 11 medalhas, sendo um ouro, seis pratas e quatro bronzes.

Djan Madruga (Natação)

Santista, nascido em 7 de dezembro de 1958, Djan Madruga coleciona 11 medalhas em Pan-Americanos. São cinco ouros e seis bronzes, conquistados em três edições dos Jogos – Cidade do México (1975), San Juan (1979) e Caracas (1983).

Fernando Scherer (natação)

Fernando Scherer, o famoso Xuxa, é um dos mais importantes atletas da natação brasileira. Em mais de 15 anos de carreira, Xuxa conquistou importantes títulos para o Brasil. Nos Jogos Pan-Americanos que participou ganhou 10 medalhas ao todo: sete ouros, duas pratas e um bronze.

Daniele Hypolito (ginástica artística)

Única mulher brasileira a conquistar a marca de dez medalhas em Pans, Daniele Hypolito conquistou esse número ao longo de 5 edições: de Winnipeg, Canadá, à Toronto, também no Canadá, entre 1999 e 2015. Suas conquistas são três pratas e sete bronzes.

Em 2015, durante os Jogos de Toronto, Hypolito afirmou que aquela seria sua última participação na competição. Aguardemos.

Kaio Márcio de Almeida (natação)

Em quatro participações, Káio Márcio conquistou um total de nove medalhas, sendo quatro de ouro, três pratas e dois bronzes. Káio competiu em todos os Jogos desde Santo Domingo, 2003.

César Cielo (natação)

Maior nome da natação brasileira, César Cielo também figura entre os maiores medalhistas brasileiros nos Pans. Cielo conquistou oito medalhas, sendo sete de ouro e uma de prata, em duas participações na competição, a primeira no Rio de Janeiro, 2007, e a segunda em Guadalajara, 2011.

Diego Hypolito (ginástica artística)

Diego Hypolito, irmão da também ginasta Daniele Hypolito, possui oito medalhas em Jogos Pan-Americanos. As duas primeiras foram conquistadas no Pan de Santo Domingo, 2003, e o restante nos Jogos do Rio de Janeiro, 2007, e Guadalajara, 2011. Seu quadro de medalhas corresponde à cinco ouros e três pratas.

Durval Guimarães (tiro esportivo)

Este atleta do tiro esportivo representou o  Brasil em mais de nove edições dos Jogos Pan-Americano, entre 1963 e 1995, conquistando oito medalhas durante esse período, sendo duas de prata e o restante de bronze.

Joana Maranhã (natação)

A nadadora Joana Maranhã conquistou, em 2015, na edição de Toronto do Pan, sua oitava medalha na história da competição. Joana tem três medalhas de prata e cinco bronzes conquistados em Pans, desde o Pan-Americano de Santo Domingo, 2003.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima