Iaaf mantém sanção e Rússia continua suspensa

Iaaf mantém decisão e Rússia continua suspensa

A partir de 27 de setembro, em Doha, capital do Catar, será dada a largada para o 17º Mundial de atletismo. Mais uma vez, como acontece desde de 2017, a Rússia está banida do torneio. Isso porque a Iaaf, Federação Internacional de atletismo e, portanto, reguladora da modalidade, manteve a suspensão do país de seus torneios.

Em votação do conselho executivo do órgão internacional, a maioria optou por não retirar a sanção imposta à Federação de Atletismo da Rússia, a RusAF, que segue suspensa. Os atletas russos autorizados a competir, mais uma vez, o farão sob o status de atletas neutros.

A Iaaf ainda se mantém reticente sobre as práticas de boa governança e fair play da Rússia depois do escândalo de doping que arrasou o país. E, mais recentemente, com as suspeitas de que a Rusada, Agência Antidoping da Rússia, tenha manipulado dados de seu laboratório antes de entregá-los à Agência Mundial Antidoping em janeiro.

“Estamos cientes das alegações de manipulação dos dados e de que uma investigação está em andamento”, afirmou Rune Andersen, chefe da força-tarefa que investiga e supervisiona a RusAF. “Por isso, recomendamos que a Rússia não fosse restabelecida e o conselho concordou por unanimidade”.

Andersen também disse que a Rússia pagou à Iaaf tudo o que devia, um dos requisitos para a reintegração da RusAF. Mais cedo, o presidente do órgão russo, Dmitry Shlyakhtin, já havia dito que o debito de U$ 3,32 milhões (cerca de R$ 13,35 mi) havia sido quitado.

A federação internacional suspendeu a Rússia em novembro de 2015, após uma onda de violações antidoping vir à tona. Para dar conta do caso, formou uma força-tarefa, liderada por Andersen, para supervisionar e a implementação das exigências impostas.

Doha 2019

O Campeonato Mundial de atletismo de 2019 será realizado entre os dias 27 de setembro de e 6 de outubro. O Brasil terá 41 atletas disputando a competição. Entre estes, o campeão olímpico Thiago Braz, do salto com vara, e Darlan Romani, do lançamento de peso são os destaques do país.

Comentários (2)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima